segunda-feira, 16 de julho de 2012

Assim....






Meu coração envia mensagens diferentes
Que os meus olhos vêem
Que minha alma sente
Eu escrevo no papel
Minha razão se engana nas palavras
Meus ouvidos ouvem
O que eu quero ouvir
Meus sonhos interpretam a minha realidade
Como poeta
Eu viajo nela
De uma forma não concreta
Incorporo a fantasia
Dentro de mim
Assim, eu sou feliz
Assim, eu sei ser mulher
Assim, eu sou poeta
Invento poemas
Para interpretar minha paixão
Ouço contos lindos
Escrevo história triste
E faço poesias
Assim, eu sou menina
Assim, eu sou mulher 
Sonho acordada durante o dia
Nas noites espero meu príncipe encantado 
Sofro pelo um amor 
Que ainda não sei se é verdadeiro
Mas busco sempre
Me entrego a uma ilusão

Que eu criei dentro de mim
Nos meus sonhos
Nas minhas histórias, 
  
Nas minhas poesias
Faço a minha realidade
Acredito em final felizes
Em amor eterno
Sexo com amor
E a morte pela paixão
Assim, eu sou mulher
Assim, eu sou menina
Assim, eu sou poeta
Assim, eu sou feliz

autora: Isabel van Gurp




 

Imaginem

São nuvens que formam as  lagrimas No céu -Dizem que é morada dos anjos E o que dizem... Que os anjos bons Voam pra la Imaginem...