terça-feira, 16 de outubro de 2012

Me diz muito mais


Me diz muito mais 

Eu posso tentar acabar com este silêncio 
Com palavras 
Mas prefiro olhar nos seus olhos
Que me dizem muito mais...
Eu posso tentar tocar 
Seu coração com meu desejo
Mas prefiro sentir seu corpo dentro de mim
Seu cheiro embriagar-me no meu sangue
Seu coice estonteante 
Me deixando sem fôlego
Juntos absorvermos o nosso calor
Este fogo da  paixão  me diz muito mais
Eu posso tentar ser sua para sempre
Mas alguns minutos sera muito mais intenso
Viveremos um momento único
Que me dirá muito mais
Eu posso tentar te encontrar em todos os caminhos
Te cercar por onde você passa
Mas prefiro deixar a casualidade
Na mão do destino 
A eventualidade  me diz muito mais
Eu posso escolher
Ser sua  indefinidamente
Mas prefiro que seja por um momento 
Pois serei eterna para sempre
Serei sempre um sonho
Um conto sem texto
Uma história sem fim
Um final sempre com um começo
Isso me diz muito mais
Eu posso usar as palavras para te dizer 
Meu amor por você
Mas prefiro gesto da paixão
Alegria do querer
E a beleza infinita 
O amor que não envelhece 
Relação sem contexto
Que fica na lembrança 
O amor que se despede cada dia
Sem a esperança do amanha
Sem a certeza do futuro
Sem compromissos
Sem o papel 
Mas com a certeza 
Que estaremos sempre esperando 
Um ao outro 
Um novo encontro
Um novo instante
Isso me diz muito mais

  autora: Isabel van Gurp










Filha minha

Filha minha Que brinca de imagem Da cor do reflexo do meu ventre Que ilumina minha alma Enriquece meu espirito Aprendo todos os dia...