terça-feira, 8 de julho de 2014

Espelho




Espelho da essência 
N' alma da gente 
Cristalina e pura 
Na água reflete
O tom do nosso corpo
Que decide nossos atos
Em nossas mentes
Não somos bons 
E nem tão poucos ruins 
Somos seres humanos 
Completos ou incompletos
Com acertos e erros
Oceano de qualidades e defeitos
Sem limites
Com mais e menos
Menos e mais
Somos atores
Nos teatros das vidas
Nos mares 
Em terra
Em cenas e matérias 
Fazemos artes com as mãos
Na altura de um som
Que aprendemos com o tempo
Abaixar ou aumentar  o volume
As vezes desligar
O que não mata cura
Ensina e some
E depois consome
Somos personagens das nossas próprias historias
Que representamos nos palcos das vidas
Espelho da essência 
N' alma da gente 
Cristalina e pura 
Na água reflete
Imagens do sol incidente 
O tom do nosso corpo
  Ingredientes da perfeição 
Formulas
Da natureza
Que por sorte
Únicos
Numa  fragrância excepcional 
Entre tantos milhões no mundo 
Não há, não existe a mesma tonalidade
Nem mesmo cheiro
Nem mesmo da mesma raça, família ou mesmos genes  
Somos seres humanos diferentes por sorte
Permitimos algumas vezes caminhar pelas mesmas estradas das vidas
Mas cada um  com sua própria sina 
Que foi entregue 
Só não posso dizer por quem...


Isabel van Gurp


A comemoração dos holandeses no Brasil
Na Copa Brasil-São Salvador
Fotos de uma amiga Raquel 





Pensamentos

Quando as lagrimas não escorrem Em vão do pensamento O sentindo de chorar Esta no triste olhar Nobre ser Esta na roupa que ves...