domingo, 20 de julho de 2014

Eu





Eu errei entre tantas palavras ditas
O olhar
Eu esqueci entre tanto orgulho
O perdão
Eu fugir entre tantos desejos 
Meu corpo
Eu fingi entre tantas emoções 
O amor
Eu menti entre tantas verdades 
A sinceridade
Eu li entre tantas folhas soltas
A poesia
Eu senti entre tantas mãos
O calor
Eu vivi entre tantos sonhos 
A alegria
Eu perdi entre tantos não 
O  ódio 
Eu conheci entre tantos jogos 
O medo 
Eu sofri entre tantas almas boas
O carinho 
Eu venci entre tantas batalhas 
A vida 


Isabel van Gurp


Imaginem

São nuvens que formam as  lagrimas No céu -Dizem que é morada dos anjos E o que dizem... Que os anjos bons Voam pra la Imaginem...