terça-feira, 25 de outubro de 2016

Yvate


Quando a lua aparece
Ao entardecer
Jaci os olhos te ver
Caminha com a Jaxi tata
Entre as estrelas silenciadas
O brilho Ira ainda era ofuscado
Pela  claridade nos céus
Ainda sente kuara
Que queima na terra
Reina como nhandejara
Ao berrar sua cor amarela
Akã aoi no infinito do oceano
Nasce uma aquarela
Ambar escurece aos poucos
Em cada onda joga um pingo mauá do mar
Nas cores do katu re
Pacientemente, esperava a noite cair aos céus
Com o brilho das estrelas resplandece, héré!
Ouvia: - a dança dos pássaros que voavam com suntuosidade
Gritavam guyra guyra
Obedecendo um ritmo arrebatado
Gruhiram entre os bicos
Entrelaçados em V
Disse Jaxy Pyau;
-Aguardo com dignidade um rei partir
Quem é Jaxy Pyau? E a lua em guarani
Guarani de Iracema
Ira de mel
Que de longe vê o espetáculo
Yvate
Quando o sol sorrateiro se põe
Na Yvy 
O paje reza em silencio
Iacina passa riscando  entre o céu e a terra
Amba e Yvy contam as conchas
Como um perfeito ava tenta impressionar a eterna o menda vaérã
Assoprando purpurinas douradas na terra
Jogando cores com seus raios na sua passagem
Colorindo  imensidão com sua energia
Já se ver o arco-iris
Envermelhando os mares com seu brilho indomável
Aumentando os volumes d' águas nos rios
Cantando Iguaçu
Sacudindo as ondas com sua densidade
Tão magnifico que coroa as montanhas na hora da partida
Da vida em louva a karugua
Sabe que os encontros com sua amada
Acontece em eclipse
Em segundos que são eternos
Em distância não contadas
Em raios de léguas
A lua esta lá
Vendo sua partida
Seu momento de A-iko a-ha iteko
Mais uma vez, kuara paira entre as nuvens
Assopra cumbica afasta-se delas
Novamente a lua sorrir
Estar entre as estrelas
Para o dia  raiar para aracy
Ko'egue Ko'egue
Gritam os deuses curumins
Aracê Aracê!!!!!

Autora: Isabel van Gurp














Vocabulario em guarani:

Terra                                       Yvy
Ira                                            Mel
Lua                                         Jaxy
Lua Nova                                Jaxy pyau
Céu                                         Ambar
Homem                                   Ava
O que é elevado                      Mauá
Sol                                           Kuara
Pássaro                                   Guyra
Asas douradas                        Iacina
Louvar aos Deuses                 karugua
Deus                                       Nhandejara
Partir                                      Jeka
Estrela                                    Jaxi tata
Crianças                                 Curumins
Adeus                                     A-iko a-ha iteko
Iacina                                     Asa dourada
Aracê                                     Aurora
Aracy                                     Amanha do dia
Nuvem                                  Cumbica
Noivo                                    menda vaérã
Do alto                                  Yvate
Terra                                      Yvy
Estrela cadente                     jaxy tata o Va va'e


Filha minha

Filha minha Que brinca de imagem Da cor do reflexo do meu ventre Que ilumina minha alma Enriquece meu espirito Aprendo todos os dia...